RN é pioneiro em política estadual que regulamenta negócios de impacto social

O Rio Grande do Norte dá um passo importante para o desenvolvimento econômico sustentável com a implementação da lei de número 10.483, que institui a política estadual de investimentos e negócios de impacto social. A governadora Fátima Bezerra assinou na manhã de hoje (02), no evento de lançamento do projeto Impacta RN 2019, na sede do Sebrae-RN, o decreto que regulamenta a lei que é pioneira no Brasil. “É com muita alegria que compartilho aqui a satisfação, enquanto governadora, de poder anunciar que o nosso Estado assume mais uma iniciativa de vanguarda”, declarou.

A nova legislação entra em vigor dez anos após a chegada da exploração do potencial eólico do RN, um exemplo de atividade importantíssima para o desenvolvimento econômico e que gera bastante impacto social e ambiental. Atualmente, o Estado possui 151 parques eólicos em funcionamento, tendo alcançado este ano o recorde nacional de produção ao gerar 4 gigawatts de potência, suficiente para fornecer energia para mais de 2,5 milhões de residências. Cerca de 85% da energia gerada no RN vem de fontes eólicas. “Passada esta década, em que já foram investidos cerca de R$ 16 bilhões, os novos investimentos agora não serão somente em terra, o RN será pioneiro também na exploração da energia eólica no mar”, disse Fátima.

Ao saudar o presidente nacional do Sebrae, João Henrique Sousa, que a antecedeu em sua apresentação, ela o parabenizou pelo desafio de dirigir uma instituição tão importante para a promoção do desenvolvimento do Brasil. A governadora também destacou em seu discurso a iniciativa do deputado Hermano Morais ao propor uma lei com essa envergadura. “Eu sempre acreditei que é com crescimento econômico que vamos ao encontro da sustentabilidade ambiental e social”, enfatizou.

Ex-ministro do Transporte e ex-deputado federal, o atual presidente do Sebrae Nacional João Henrique apontou o pioneirismo do RN por conta dessa lei, ao mesmo tempo em que declarou vislumbrar um novo momento para o Estado. “Com essa nova equipe à frente do governo, o RN começa a dar fortes sinais de que vai sair do longo período de marasmo em que se encontrava”, disse. A nova legislação caminha lado a lado com as iniciativas da instituição, que apoia microempreendedores individuais, pequenas e micro empresas e produtores rurais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *