EdUfersa lança 14 livros em 2015 e avança em projeto para e-Book

unnamedA Editora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido – EdUfersa divulga o resultado final do edital que selecionou as 14 propostas de livros que serão publicados ao longo de 2015 com financiamento próprio da Universidade. Dos contemplados, 10 livros serão editados para versão impressa e os outros quatro marcam as primeiras publicações digitais da Ufersa em formato de e-Book.
A chamada pública foi aberta em 2014 e recebeu 20 submissões, todas de docentes da própria instituição, embora o edital também contemplasse o público externo. Todas as publicações escolhidas trazem conteúdo acadêmico nas áreas de conhecimento vocacionado à Ufersa.
O responsável pela Editora da Ufersa, Mário Gaudêncio, explica que, agora, depois de selecionados, os contemplados pelo edital deverão seguir o cronograma de produção para a publicação, que inclui a revisão, diagramação, publicação e a divulgação dos títulos. “A nossa meta é lançar as 14 obras durante a programação de comemoração dos 10 anos da Ufersa, celebrado neste 2015”, estipula ele.
Somente no edital de 2014, a Universidade aplicou 75 mil reais para a publicação dos 14 livros. A iniciativa de promover a chamada pública começou 2013, quando oito obras foram financiadas. Para este ano, 2015, o planejamento é que mais 10 livros sejam selecionados por meio de edital, o que democratiza e fomenta a publicação editorial na Ufersa.
O resultado do edital de 2014 também marca a entrada da Ufersa ao mundo digital das publicações editoriais. Das 14 propostas selecionadas, quatro serão publicadas em formato de e-Books, o que deverá se tornar uma rotina na EdUfersa.
A Editora já articula com a Superintendência de Tecnologias da Informação e Comunicação – Sutic o suporte técnico para as publicações eletrônicas por meio de uma plataforma aberta. Mário Gaudêncio detalha que o investimento no novo suporte deverá ampliar o número de títulos editados pela Universidade.
“A plataforma que iremos usar é um investimento na política editorial que irá ampliar e facilitar a sistematização dos livros. Isso significa que teremos uma gestão editorial completamente eletrônica que nos permitirá desde a edição até a divulgação dos livros por meio de um processo de curadoria digital muito mais dinâmico”, detalha Gaudêncio.

Faça um comentário, sua opinião é muito importante para nós.