Construção civil potiguar adere à funcionalidade da parede a seco

Quem nunca passou por uma obra e se surpreendeu com a evolução do empreendimento de um dia para o outro. Essa velocidade cada vez maior para a conclusão das obras tem uma explicação e o nome é Drywall, as popularmente chamadas “paredes de montar”. A nova tecnologia entrou de vez no mercado da construção civil potiguar.
O Drywall é um sistema de construção a seco que surgiu por volta de 1895 nos Estados Unidos. Cada painel é composto por um ‘sanduíche’ de cartão-gesso-cartão. A Unimetais, consolidada no mercado em atender demandas da construção civil, passou esse ano a revender o Drywall para atender ao crescente mercado e será a quarta empresa a atuar no ramo. “Passamos a revender o material desde fevereiro diante da crescente solicitação dos arquitetos e engenheiros”, registra Jussier Filho, vendedor da Unimetais.
“As vantagens são inúmeras. A instalação é rápida, por exemplo, cada metro quadrado é instalado em 8 minutos, contra quase uma hora para levantar uma parede de tijolo. Sem falar na sujeira que com o Drywall é mínima, cabe em uma pá. O sistema de construção a seco ainda dispõe de um mecanismo de isolamento acústico e cada peça suporta em média 80 kg”, explica.
Atualmente, o Drywall é aplicado em obras novas ou reformas em residências e edifícios comerciais como: hotéis, escritórios, hospitais, lojas comerciais, supermercados, escolas, bancos, espaços culturais e religiosos. A variedade de aplicações se deve a multifuncionalidade do produto que oferece resistência a umidade e ao fogo. “Ele é ideal para quem deseja fazer uma reforma rápida, modificar um ambiente ou mesmo trazer mais segurança para seu negócio”, finaliza o vendedor explicando ainda que na Unimetais é possível fazer um orçamento de uma obra com o sistema de construção a partir da fase de projeto.

Faça um comentário, sua opinião é muito importante para nós.