Conselho Universitário aprova voto igualitário na consulta para reitor da Ufersa

nn1Numa reunião histórica, o Conselho Universitário (Consuni), da Universidade Federal Rural do Semi-Árido aprovou na tarde de quarta-feira, 11, o voto paritário para consulta prévia para a eleição de reitor e vice-reitor. A aprovação, por 9 x 4, aconteceu após calorosa discussão durante toda a manha. Três conselheiros se abstiveram do voto. “A reunião de hoje representou mais um avanço para universidade que trata de forma mais democrática possível, a consulta a comunidade universitária para a indicação de reitor e vice-reitor”, opinou o professor José de Arimatea de Matos, reitor da Ufersa, que presidiu a reunião do Consuni.

Numa disputada mais acirrada ainda pela manhã também foi mantida a proposta, de no mínimo três anos de vínculo com a instituição, para o candidato ao cargo de reitor. Alguns conselheiros sugeriram aumentar o prazo para 10 anos, mas a proposta foi rejeitada por 10 x 09. Com a paridade, já na próxima eleição, prevista para 2016, o voto dos professores, servidores técnicos administrativos e estudantes passam a ter o mesmo peso, ou seja, 33,3%. Antes, voto dos professores equivaleria a 70% e os outros 30%, divididos entre os servidores (15%) e os estudantes (15%).

Faça um comentário, sua opinião é muito importante para nós.