Comitê discute regulamentação da frota de pesca de atuns

A Sessão do Comitê Permanente de Gestão de Atuns e Afins prossegue nesta quarta-feira (29), no auditório João Victor de Holanda, da Casa da Indústria, sede do Sistema FIERN. Os empresários, técnicos e gestores dos Ministérios da Agricultura e Pesca, da Economia, da Defesa, além dos representantes da CNI (Confederação Nacional da Indústria), discutem a regulamentação da frota de pesca dos atuns.

O Comitê definiu, nesta quarta, a formação de um grupo de trabalho para analisar critérios que deverão constar na portaria que vai detalhar a regulamentação da frota de pesca de atum e a melhor forma de orientar pescadores e empresas para cumprir essas normas.

Atualmente, o Brasil pesca em torno de 50 mil toneladas de atum por ano. Há sete anos, essa pesca ficava próxima de 25 mil toneladas, o que demonstra a tendência de crescimento. Do Rio Grande do Norte sai 80% das exportações brasileira deste pescado.

O Comitê reúne, nestes dois dias, na Casa da Indústria, gestores e técnicos dos Ministérios da Agricultura e Pesca, da Economia, da Defesa, CNI, Sindicatos da Indústria de Pesca Oceânica e de Pesca Artesanal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *